As consequências do Efeito Manada

Calma, calma… eu não estou falando do movimento dos bois dentro de uma fazenda… Na realidade, quando pensei nesse título, para mais um texto aqui no Blog, avaliei as consequências deletérias na vida da maioria das pessoas quando não se planejam com as suas finanças pessoais causando verdadeira sangria nos seus parcos rendimentos.

É impressionante como a maioria das pessoas tem comportamentos muito parecidos quando o assunto é endividamento. Eu explico: João (nome fictício) atrasa o pagamento das parcelas de seu empréstimo consignado, com aquela taxa super atrativa, conseguida com um correspondente bancário autorizado pelo Banco que tem conta corrente… Pois bem, muito preocupado, se dirige até a sua agência e após conversar com seu gerente, Adalberto (nome fictício), obtém deste uma redução do valor das parcelas que estava pagando. João pagava 500 reais mensais em um empréstimo financiado em 24 parcelas sucessivas… Pelo novo acordo fechado com seu gerente, João conseguiu reduzir o valor da parcela para 375 reais mensais… Pensou ele: “Uma pechincha!!!”, só que em vez de pagar em 24 meses, o novo contrato, refinanciado, passou para 48 meses. Eu pergunto: João fez bom negócio???

Certamente, alguns dirão que sim, pois a partir de agora, João terá melhores condições de arcar com o novo valor, entretanto, outras pessoas dirão: “Quem não consegue pagar 500 reais mensais não conseguirá pagar 375 reais!!!”

Bem, o objetivo deste pequeno exemplo que forneci a vocês é mostrar que independentemente do valor a que João terá que pagar, a dívida que era de determinado valor para ser paga em 24 meses, com a renegociação junto ao gerente do Banco, aumentou consideravelmente, arrisco dizer até que dobrou ou mais que dobrou, pois terá que ser paga em 48 parcelas mensais, embora com valor um pouco menor…

Muito provavelmente, os juros embutidos no contrato refinanciado, aumentaram consideravelmente o valor daquele empréstimo inicial contratado por João. Essa é a sistemática que vigora no nosso Sistema Financeiro. E o que fazer para fugir dessa armadilha!!!

Mudança de Mentalidade!!!

Veja, o foco das pessoas que objetivam sair desse atoleiro, terá que ser sempre o planejamento financeiro, buscando ter uma vida regrada do ponto de vista financeiro, gastando menos do que se ganha… Fácil? Não… mas possível, com planejamento e disciplina constantes…

E o que esse planejamento e disciplina constantes irão trazer? A tão sonhada liberdade financeira…

OBS: Os valores utilizados nesse texto para exemplificar o empréstimo contratado por João e o número de parcelas são meramente ilustrativos. Não tem nenhum valor legal!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s